Posts recentes

domingo, 28 de setembro de 2014

Um desabafo sobre depressão, automutilação e transtorno de ansiedade

     
     Esse é um texto grande, mas não acredito que eu deva economizar palavras quando se trata de um assunto tão sério. Pensei muito antes de escrever e publicar esse texto porque não sou fã de muita exposição. Isso pode parecer muito irônico quando se tem um blog e se utiliza ele para compartilhar coisas sobre sua vida pessoal. Mas eu comecei esse blog porque queria dividir as coisas que eu aprendo e que eu sinto com outras pessoas então, depois de muito pensar, cheguei à conclusão de que não faria sentido omitir essa parte da minha vida aqui quando ele tem sido uma parte tão importante no meu processo de crescimento e amadurecimento. Eu sinceramente não sei por onde começar, então vou tentar escrever essa história de uma forma que não fique muito confusa.
     Há cerca de 1 ano atrás minha vida estava um inferno. Eu culpava os outros e a vida por todas as coisas ruins que me aconteciam e me sentia completamente incapaz de mudar a direção que a minha vida estava tomando. Isso começou a me deixar deprimida. Eu percebi que absolutamente nada me satisfazia. Meus relacionamentos com outras pessoas estavam todos complicados e eu fui, aos poucos, me afastando de todos aqueles que me queriam bem. Eu sabia que havia alguma coisa errada. Quando as pessoas me perguntavam, eu não conseguia falar sobre os meus sonhos. Eu não tinha mais nenhum. Eu não conseguia me lembrar de quando havia sido meu ultimo dia realmente bom, ou quando foi o ultima vez que eu me senti verdadeiramente feliz. Todos os dias eu acordava pedindo pra morrer.  
     Depois de algumas conversas e um pouco de coragem de dividir isso com mais alguém, eu decidi procurar um psicólogo. Eu tinha todos os sintomas clínicos de depressão e recebi esse diagnóstico de quatro profissionais diferentes dos últimos 9 meses pra cá. Mas achar um nome pra isso e começar a tomar remédios não foi o suficiente. Cheguei a dividir com algumas pessoas um detalhe ou outro sobre meu diagnóstico e meu tratamento e, depois de algumas semanas sendo medicada, consegui falar sobre as partes mais obscuras de tudo que eu estava passando. Somente pessoas muito íntimas ficaram sabendo que eu convivo há pouco mais de 3 anos com ataques de pânico ocasionais. À medida que a depressão ia progredindo, as crises iam aumentando, em frequência e intensidade. Houve um momento em que eu perdi o chão. Eu sei que pessoas que nunca passaram por um ataque de pânico não irão entender, mas chega um momento em que o desespero e a sensação de morte iminente são fortes, que você se prende em qualquer coisa que conseguir pra tentar fazer isso parar.
     Os profissionais definem bem quando dizem que uma crise só dura poucos minutos, mas que a sensação é de uma duração de horas, interminável. Durante dias eu me senti vazia e perdida. Tentava ser preenchida com todas as coisas que você puder imaginar que me fizessem sentir um pouco mais centrada, um pouco mais amada, um pouco menos sem chão... Comprei por impulso coisas que me faziam ter uma sensação de eu euforia momentânea, mas me jogavam de volta ao abismo 10 minutos depois. Comia doces compulsivamente, procurando pela sensação de preenchimento que ia embora quando a comida acabava. Quando nada mais disso funcionou, durante uma noite sufocante eu cheguei ao extremo e fiz cortes nos meus braços com a ponta de um compasso. Alívio. Essa foi a primeira vez.
     Isso parece loucura. No outro dia eu acordei satisfeita por ter encontrado uma saída e, ao mesmo tempo, me senti a pessoa mais suja do mundo. Eu estava numa viagem de 3h pra casa, chorei o caminho inteiro, me senti muito culpada, mas ao mesmo tempo não via a hora de chegar em casa, pegar um estilete e fazer tudo isso passar. Sabe, existem momentos em que o desespero é tão grande, que fica impossível continuar sendo racional. As poucas pessoas que sabiam sobre isso até agora não entendiam como as coisas haviam chegado a esse ponto. Isso nunca teria passado pela minha mente em um momento que eu estivesse sã. Nunca teria feito isso se a ansiedade não estivesse me consumindo e destruindo todas as coisas boas que haviam dentro de mim.
     Eu não tinha coragem de falar sobre isso com ninguém. Eu tinha medo de ser julgada, não queria ninguém sentindo pena de mim. E por favor, não sintam. Não queria ninguém achando que eu estava fazendo isso pra conseguir atenção e, principalmente, depois do alívio momentâneo, eu sentia muita vergonha e muita culpa. Quando se chega a esse ponto, você entra num círculo vicioso de ansiedade-cutting-culpa-vergonha-ansiedade-cutting, e isso parece não ter fim. Estou há 8 meses fazendo terapia e sendo medicada. Precisei de um tempo para acertar nos medicamentos e me adaptar a uma nova rotina. Tive que trancar a faculdade e sair do estágio porque não dava mais pra viver daquele jeito e eu não tinha mais condições de continuar em outra cidade fazendo tudo sozinha. Junto com os antidepressivos vieram as crises de labirintite, que por um tempo me impediam de sair só de casa em segurança.
     Isso poderia ser ruim o bastante, mas ainda precisei lidar com todas as outras coisas que vinham de brinde junto com a depressão: insegurança, inércia, insônia, mais culpa, incapacidade de manter a atenção, perda de memória, mágoas, dor, crises neuróticas e uma autoimagem deplorável.  Eu, que dormia até 14 horas por dia quando possível, passei a dormir entre 2 e 3 horas por dia, com um sono interrompido, muitos pesadelos e, com o passar do tempo, a sensação de medo e ansiedade quando ia se aproximando a hora de dormir. A fase de cutting evoluiu para uma síndrome obsessiva-compulsiva e eu passei a tomar antidepressivos, calmantes, estabilizadores de humor e uns tarja-pretas aí porque não havia nenhuma outra forma de me fazer dormir. Quantas armadilhas a mente da gente é capaz de pregar, não é? Mas na minha primeira sessão de terapia eu ouvi uma coisa que provavelmente é um dos melhores conselhos que eu já recebi na vida: Ouça sua voz interior.
     As pessoa as vezes chegam em mim e perguntam “...mas Desirée, quando isso começou? Porque?” Eu poderia dar explicações técnicas e dizer a vocês: há um ano atrás por causa da minha predisposição genética, insatisfação com a vida, frustrações sequenciais ao longo dos últimos anos ou qualquer coisa dessas que não vai explicar nada. Sinceramente? Nossa qualidade de vida cai muito à medida que vamos nos afastando da vida que realmente queremos levar. Eu passei os últimos anos reprimindo minhas vontades, minha voz, meu sexto sentido que sempre me aconselhou tão bem sobre o caminho que eu devia seguir. Quando comecei a notar melhoras eu coloquei um piercing e pintei meu cabelo de roxo. Pode parecer besteira, mas hoje em dia estou muito mais próximo da forma que eu sempre quis me ver, independentemente de questões fúteis como especular se isso ficou bem em mim ou não.

     Várias coisas me inspiraram a escrever esse texto e mais pra frente falarei mais sobre cada uma delas. Se você estiver passando por isso entenda que aceitar, admitir, pedir a ajuda e querer ser ajudado são os primeiros passos em direção à sua saúde mental e emocional. Pela primeira vez em muito tempo, eu sinto alívio de verdade escrevendo sobre isso aqui. Eu não tenho mais medo e vergonha pelas coisas que eu passei. Estou há quase 2 meses sem me mutilar e isso pra mim é uma vitória. Nós temos que agradecer todos os dias por cada desafio que superamos. Pelos desafios que superamos hoje, não pelas metas quase inalcançáveis que estipulamos pra nós. Hoje eu estava mal. Eu poderia ter me cortado. Já useis facas, estiletes, compassos e até as minhas próprias unhas. É uma forma primitiva de tirar o foco da sua dor emocional e transforma-la numa dor física, real. A dor física é suportável, mas como fazemos com aquilo que nos machuca e nós não podemos ver? Mas hoje não. Hoje eu não me cortei. Hoje eu decidi escrever. 

sábado, 27 de setembro de 2014

Resenha: Paleta de corretivos do Aliexpress

Boa tarde gente bonita! Hoje quinta-feira quando eu cheguei da aula tinha um pacote dos Correios me esperando aqui em casa. Sou só eu que fico suuuper ansiosa até as coisas que compro chegarem? Fiz umas compras de maquiagem há um tempo atrás, comprei uma paleta de corretivos e um pó mineral para experimentar. O pó não chegou ainda, mas a paleta de corretivos veio na hora certa, e foi bem mais rápido do que eu tava esperando. Ele veio dentro de uma caixa e embalado num plástico bolha. A caixa é toda preta, lisa em cima e, na parte de baixo, tem uma lista da composição dos corretivos. Vocês podem ver nas fotos que tem umas gotículas na maquiagem, como se estivesse "suada", mas eu não vi nenhum problema com isso. 
onde comprar paleta de corretivo?
Apesar de estar um pouco escura, de todas as fotos que eu tirei essa foi que chagou mais perto de reproduzir as cores fielmente, então optei por colocar ela aqui assim mesmo.
Uma coisa interessante e que eu não estava esperando: vem um iluminador na paleta também. Não sei se eu não tinha percebido ou se eu percebi e não lembrava. Fiz o swatch das cores pra mostrar pra vocês. Tive um pouco de dificuldade em conseguir captar as cores certas, mas a maioria está bem fiel à cor real.

Corretivo barato swacth


Na primeira fileira
1- Iluminador com brilho prateado bonitinho
2- Corretivo amarelo

corretivo baratinho


Na segunda fileira
1- Corretivo verde (usado para neutralizar manchas vermelhas, como espinhas e picadas de insetos)

Corretivo para pele negra

Corretivo para pele negra swatch

Na terceira fileira
1- Corretivo rosa
obs: As três cores do meio desta fileira são, na realidade, um pouco mais rosadas, as cores não foram captadas muito bem. O corretivo rosa parece ser esbranquiçado, mas ele é rosa rosa mesmo.

A variedade de cores é muito boa e a durabilidade também. Isso foi uma coisa que me surpreendeu bastante. Nos dois primeiros swatches eu removi o corretivo com um lenço primeiro e depois lavei com sabonete. Quando fui remover o terceiro, não utilizei lenços. Fui direto pra torneira, passei sabonete e ensaboei 3x e os corretivos ainda resistiram! Vejam na foto abaixo.


Tem opções tanto para peles claras quanto para peles negras. Apesar de todas essas cores, infelizmente não veio nenhuma que seja exatamente da cor da minha pele, mas duas se aproximaram bastante, então vou tentar usá-las assim mesmo. Os corretivos são bastante densos e eu diria que de alta cobertura.
Eu comprei a paleta no dia 08 de julho e eu recebi o produto dia 24/09. O tempo de proteção ainda continuaria ativo por mais 43 dias (coisa rara, geralmente o tempo de proteção acaba bem antes do produto chegar). Ela custou $4.42 (R$10,30) e não foi enviado pelo China Air Mail, como de costume. Foi enviado atrás de um método alternativo do vendedor, mas quando eu pedi as informações de rastreio eles foram super atenciosos e tiraram um print pra mim da localização do produto. Para mim foi mais uma compra que valeu muito a pena. O link de compra do vendedor é esse aqui, e como vocês podem ver nas fotos, eles não são nem de longe tão alaranjados como aparece na foto de descrição do produto. E por hoje é isso :)

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Como inserir o botão de "like" nas postagens do blogger

Esse post é o meu primeiro no blog com dicas de HTML. Resolvi fazer tutoriais para blogger por um motivo: eu pesquisava vários tutoriais para inserir os gadgets e elementos no blog, e eles simplesmente não funcionavam! Isso me fez muitas vezes ter vontade de arrancar os cabelos depois de ver que o trabalhão que eu havia tido não havia servido de nada. Então decidi compartilhar aqui coisas que funcionaram comigo para tentar ajudar outras pessoas. Ah, mas teve outro motivo também: depois de um tempinho testando códigos e mais códigos e mais códigos, eu comecei a gostar da coisa hehe. Em primeiro lugar, leia o post até o final antes de começar a fazer as alterações. Depois volte ao início e comece ao passo-a-passo, há observações importantes no fim da postagem. 

Então, a primeira coisa que você tem a fazer, é selecionar "Modelo" no menu do seu blog:

Como colocar botão curtir nas postagens

Agora, lembre-se dessa regra: SEMPRE faça um backup do seu template antes de modificar o código HTML. Isso poupa muita dor de cabeça e, se alguma coisa der errada, basta restaurar o template de novo. Feito isso, selecione "Editar Modelo" e clique em qualquer parte do código.

Para inserir o botão de Curtir no início da postagem, siga os passos a baixo.
Selecione ctrl+f e cole na caixa de pesquisa o seguinte código:

<div class='post-body entry-content'

Coloque o código a seguir acima do trecho que você encontrou.

<iframe allowTransparency='true' expr:src='&quot;http://www.facebook.com/plugins/like.php?href=&quot; + data:post.url + &quot;&amp;layout=standard&amp;show_faces=false&amp;width=100&amp;action=like&amp;font=arial&amp;colorscheme=light&quot;' frameborder='0' scrolling='no' style='border:none; overflow:hidden; width:450px; height:40px;'/> 

Veja como ficou na imagem abaixo. O trecho em amarelo é o que precisa ser identificado.

como adicionar botão like nas postagens
Clique na imagem para ampliar

Para inserir o botão de Curtir no final da postagem, siga os passos abaixo.
Cole o seguinte trecho na caixa de pesquisa:

<data:post.body/>

Cole o código a seguir exatamente abaixo do trecho que você identificou.

<iframe allowTransparency='true' expr:src='&quot;http://www.facebook.com/plugins/like.php?href=&quot; + data:post.url + &quot;&amp;layout=standard&amp;show_faces=false&amp;width=100&amp;action=like&amp;font=arial&amp;colorscheme=light&quot;' frameborder='0' scrolling='no' style='border:none; overflow:hidden; width:450px; height:40px;'/> 

Veja na imagem como tem de ficar


como colocar botão curtir no blogger
Clique na imagem para ampliar
Se o código não funcionar, tente o código a seguir. Você pode personalizar as partes dos códigos que estão em rosa. "width" corresponde à largura do botão e "height", à altura. Modifique conforme a sua vontade

<b:if cond='data:blog.pageType == &quot;item&quot;'>
<p style='display: inline; float: right; margin-left: 5px'>
<iframe expr:src='"http://www.facebook.com/plugins/like.php?href=&quot; + data:post.url+ &quot;&amp;layout=button_count&amp;show_faces=false&amp;width=80&amp;action=like&amp;colorscheme=light"' scrolling="no" frameborder="0" allowTransparency="true" style="border:none; overflow:hidden; width:80px; height:20px"></iframe>
</p>
</b:if>

Se você fizer tudo certo, este será o resultado:

como adicionar botão curtir no blog
Clique na imagem para ampliar

Observações importantes: 
1- Os trechos do post em vermelho são os trechos do código HTML que você precisa identificar.
2- Lembre-se de clicar no código antes de procurar pelos trechos destacados, caso contrário, o comando ctrl+f só identificará trechos da página, e não do código. Eu não conseguia executar alguns tutoriais porque não prestava atenção a esse simples detalhe.
3- As vezes os trechos em destaque aparecem 2 vezes no código HTML. Há pessoas que não conseguem executar o tutorial porque inserem o código antes ou depois do primeiro trecho. Identifique e execute o passo-a-passo se baseando no segundo, com o código que eu dei (que foi retirado do facebook). Veja o exemplo: 

como inserir botão like no blogger
Duas ocorrências identificadas. Clique para ampliar
4- Cole o código exatamente como foi publicado aqui. Não apague nenhum ponto, nenhuma vírgula, nenhuma letra. Isso pode interferir no funcionamento do botão.
5- Todo o tutorial foi de minha autoria. Não aceito reproduções do conteúdo, mesmo que com créditos. Se você gostou, favor compartilhar a postagem com seus amigos ou deixar o link direto para a postagem no seu blog.
6- Se não conseguir executar o tutorial ou tiver dúvida, entre em contato comigo. Se funcionar com você, deixe o link do seu blog, quero conhecer e ver o resultado :) 

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Inspiração: 20 Kombis personalizadas que vão te fazer querer a pegar a estrada

Gente, estou há dias sem entrar aqui e morrendo de saudades :/ Minhas aulas recomeçaram e agora o tempo tá meio apertado. Como ainda estou na primeira semana de aulas, não consegui me organizar completamente pra dar conta de tudo, até porque tenho alguns outros projetos em mente e tá difícil ser eficiente em todos. Maaas estou tentando e pelo menos continuo produtiva, mesmo que ausente daqui por uns tempos. O post de hoje é inspiracional e bastante baseado em preferências e planos pessoais. Eu não falei disso por aqui ainda, mas uma das minhas metas de vida é fazer uma viagem de carro pela América Latina \o/ Isso é plano pros próximos 4 a 5 anos, mas os preparativos começam de agora, êêê! E qual o carro mais legal e charmosinho pra fazer uma viagem dessas, senão a famosa kombi? :3 As primeiras kombis foram lançadas em meados de março de 1950, e seu nome vem do alemão  Kombinationsfahrzeug, que significa algo como "veículo combinado". Depois de 56 anos de fabricação, a ultima kombi foi lançada em dezembro de 2013. Encontrei o website do Sampa Kombi Clube, que é a maior reunião de proprietários e apaixonados pelo veículo no Brasil. Lá você pode encontrar classificados, informações técnicas, roteiros de viagem, além de encontros marcados para reunir todos os fãs e sócios do clube. Mas agora vamos as imagens legais de kombis personalizadas *--*

via 
Via
Via
Via
Via
Via
Via
Via
Via
Via
Via
Via
Via
Via
Uma kombi menina hahaha
Via
Pra quem curte música
Via
Via
Via
Via



Essa última é a mais criativa e a minha preferida, sem dúvida <3

Update: Eu havia escrito ali em cima "1850", foi erro de digitação, já está corrigido, ignorem minha desatenção x)

domingo, 14 de setembro de 2014

Imagens da Semana

Mais um domingo chegou e eu vim trazer as imagens de coisas que fizeram parte da minha semana. Essa sessão será sempre atualizada semanalmente, e é uma forma de me incentivar a explorar mais as coisas através da fotografia. As vezes coisas tão simples da nossa rotina podem render imagens ótimas. Faça a experiência. É uma forma de te fazer aprender a enxergar a vida por outros ângulos menos comuns, figurativamente e literalmente falando :) 









Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...